segunda-feira, 19 de julho de 2010

M8 Greyhound


O carro combate M8 Greyhound foi um veículo 6x6 blindado produzido pela Ford Motor Company e foi utilizado pelos americanos e britânicos na Europa e no Extremo Oriente até o fim da guerra. O M8 foi extensamente exportado e no Reino Unido ele era conhecido como Greyhound.

Em Julho de 1941 uma ordem foi emitida para desenvolver um novo veículo antitanque para substituir o M6. O requerimento pedia um veículo 6x4 armado com uma arma de 37mm, uma metralhadora montada na torre e outra montada na frente. A sua blindagem deveria resistir a tiros de uma metralhadora .50 e resistir a tiros de uma metralhadora calibre .30 nas laterais.

Protótipos foram feitos pela Studebaker (T21), Ford (T22) e Chrysler (T23), todos eram semelhantes no projeto e na aparência. Em Abril de 1942 o T22 foi escolhido. Logo, ficou claro que a arma de 37mm não seria efetiva contra os tanques alemães, assim o M8 foi designado para missões de reconhecimento.


Emissões de contratos e aprimoramentos do projeto atrasaram a produção em série até Março de 1943. A produção foi encerrada em Junho de 1945 e um total de 8.523 unidades foram produzidos. Cerca de 1.000 unidades foram fornecidas para a França, a Inglaterra e o Brasil.

A tripulação era composta por quatro homens sendo eles um comandante que também atuava como recarregador da arma principal, um atirador, um motorista e um operador de rádio. O motorista e o operador de rádio ficavam na frente do veículo enquanto que o comandante e o atirador ficavam na torre.

O veículo carregava 80 cartuchos de 37mm quando equipado com apenas um rádio. Veículos equipados com dois rádios carregavam apenas 16 cartuchos de 37mm mas algumas modificações podiam aumentar esse número para 40. A munição da metralhadora ficava em torno de 1.500 cartuchos de .30 e 400 cartuchos de .50. Eram também carregados rifles M1 para a tripulação, granadas de mão e minas antitanque.


O primeiro uso do M8 foi na Itália em 1943. Mais tarde o veículo foi utilizado contra tanques japoneses, já que estes eram vulneráveis contra sua arma de 37mm. O veículo foi considerado rápido, bem armado e blindado para missões de reconhecimento. Mas as unidades de cavalaria reclamavam de sua performance off-road que era pior do que M3A1, carro que o M8 substituiu. Nos terrenos montanhosos da Itália e nas nevascas do norte europeu o M8 ficava restrito ás estradas,o que prejudivaca sua função de reconhecimento.

O veículo era muito vulnerável a minas e um kit de blindagem extra foi produzido para ele. Outro problema é que as vezes ele era utilizado para missões de suporte de fogo e ficavam muito vulneráveis aos armamentos alemães. Em 1943 o Estados Unidos começou a procurar um substituto para o M8.



Especificações do M8 Greyhound

Tripulação: 4
Peso: 7,8 toneladas
Dimensões: comprimento: 5m; altura: 2,25; largura: 2,54;
Blindagem: até 19mm
Motor: Hercules JXD 6 cilindros desenvolvendo 110hp
Performance: velocidade máxima: 90km/h; alcance: 563km
Armamento: uma arma de 37mm, uma metralhadora .30 e outra .50

4 comentários:

SEGUNDAGUERRA disse...

olá!!!
tenho um blog sobre a segunda guerra mundial e estou escrevando posts sobre a batalha da inglaterra(raf x luftwaffe)e tava procurando algumas discrições sobre os aviões utilizados.daria para vc me indicar alguns dos seus liks sobre o armamento aéreo usado nessas batalhas?obrigado.

Leonardo disse...

Belo post,parabéns novamente pelo blog...excelente matéria,gostei muito.Aprendo demais com esse blog,uns dos melhores sobre o tema em minha opinião. ^^

Henrique de Moura Paula Pinto disse...

Excelente post sobre M 8, muito utilizado pela Força Expedicionária Brasileira na Itália importante na conquista de Montese. Um grande abraço. Henrique Moura

Gunnerman disse...

Belo post, muito legal! Tenho um blog também sobre armas e lá tem algumas da segunda guerra mundial. Se quiser dar uma olhada, aqui está: http://armasmundiais.blogspot.com.br/